Menu

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A Revolução dos Bichos - George Orwell

LIVRO - A Revolução dos Bichos

 


Título: A Revolução dos Bichos
Título Original: Animal Farm
Número de Páginas: 152
Autor: Orwell, George
Editora: Companhia das Letras


Bichos da Inglaterra

Bichos da Inglaterra e da Irlanda,
Daqui, dali, de acolá,
Escutai a alvissareira
Novidade que virá.


Mais hoje, mais amanhã,
O Tirano vem ao chão,
E os campos da Inglaterra
Só os bichos pisarão.


Não mais argolas nas ventas,
Dorsos livres dos arreios,
Freio e espora enferrujando
E relho em cantos alheios.


Riqueza incomensurável,
Terra boa, muito grão,
Trigo, cevada e aveia,
Pastagem, feno e feijão.


Lindos campos da Inglaterra,
Ribeiros com águas puras,
Brisas leves circulando,
Liberdade nas alturas.


Lutemos por esse dia
Mesmo que nos custe a vida.
Gansos, vacas e cavalos,
Todos unidos na lida.


Bichos da Inglaterra e da Irlanda,
Daqui, dali, de acolá,
Levai esta minha mensagem
E o futuro sorrirá.



      A Revolução dos Bichos foi publicado em 1945 no final da Segunda Guerra Mundial, sendo recusado por diversas editoras até conseguir ser finalmente publicado. Fazendo uma dura crítica ao sistema Stalinista que dominava a União Soviética, foi visto com receio pelos críticos e pessoas do governo já que naquela época os soviéticos ainda eram aliados na luta contra o nazi-fascismo na Europa. Mas alguns anos depois, com o advento da Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética, os países passaram a utilizar o livro para criticar o sistema comunista.  

      George Orwell, autor revolucionário e socialista - lutou ao lado dos anarquistas da Guerra Espanhola - ficou incomodado com o novo uso de seu livro. A sua crítica era ao totalitarismo e não ao sistema socialista. A Revolução dos Bichos é uma crítica ao sistema que se instalou na União Soviética após a Revolução Russa de 1917, transformando o tão sonhado sistema socialista em uma ditadura brutal e sangrenta promovida por Josef Stálin.

      No livro vemos os animais da Granja do Solar cansados da exploração pelo senhor Jones, dono da fazenda. Logo no início do livro, o porco chamado Major teve um sonho e reuniu todos os animais da fazenda para conta-lo. O porco Major morre alguns dias depois de contar o sonho, já com idade avançada, mas consegue plantar nos animais da fazenda o sonho pela Revolução, subjugando os homens tirânicos e tomando o controle da fazenda. Em pouco tempo eles tem a oportunidade perfeita e conseguem expulsar todos os homens da fazenda, criando algumas regras de convivência e cantando o hino Bichos da Inglaterra. Mas logo a tão sonhada sociedade igualitária se desfaz, com os porcos (que no livro são os líderes da revolução por serem mais inteligentes) chamados Napoleão e Bola-de-Neve tomando o poder para si.

      Com uma narrativa simples e curta, parecendo apenas uma simples fábula para crianças, Orwell demostra sua genialidade. Com uma leitura mais atenta, é possível descobrir que o porco Major representa Lênin, o porco Bola-de-Neve representa Trotsky (sendo perseguido e tido como inimigo depois de um tempo, pelo porco Napoleão), o porco Napoleão representa o tirânico líder Stálin (líder supremo da União Soviética que perseguia e matava cruelmente seus inimigos e pessoas que tinham uma ideologia diferente da sua), o corvo Moisés representa os padres (após assumir Stálin permitiu que uma seita da igreja católica continuasse professando no país), os cavalos Sansão e Quitéria representam o proletariados, os porcos em geral representam a elite após a Revolução Russa, as ovelhas representando a população em geral que seguia Stálin sem questionar e algumas outras figuras.

      Um livro que nos mostra como por detrás de uma ideia bonita e utópica, uma pessoa consegue subjugar e enganar uma nação inteira com seus ideais, transformando o país em uma ditadura logo após assumir o poder. Uma leitura obrigatória para as aulas de História e para pessoas que estudam ou tem o interesse em estudar o leninismo, trotskismo e stalinismo (bem como a história da União Soviética em geral).


Resenha escrita por Guilherme  

Nenhum comentário:

Postar um comentário