Menu

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Clube da Luta - Chuck Palahniuk

LIVRO - Clube da Luta



Título: Clube da Luta
Título Original: Fight Club
Número de Páginas: 272
Autor: Palahniuk, Chuck
Editora: Leya Brasil


AVISO: Esta resenha contém SPOILER


O prédio onde estamos não vai estar mais aqui em dez minutos. Pegue uma medida de vapor de ácido nítrico concentrada a noventa e oito porcento e adicione mais três medidas de ácido sulfúrico. Faça isso em uma banheira de gelo. Depois adicione glicerina com um conta-gotas, uma gota de cada vez. Assim conseguirá nitroglicerina


      Essa é uma das primeiras frases do célebre livro “Clube da Luta” de Chuck Palahniuk. Neste livro, o protagonista principal (que não tem seu nome revelado) pertence a classe média e não possui nenhuma doença, mas sua vida começa a se tornar banal e sem graça e ele começa a sofrer de insônia ( tanto no livro quando no filme, o protagonista principal não possui um nome, mas os fãs o apelidaram de “Jack”. Como não é um nome oficial, chamarei o personagem principal da trama nesta resenha de “o protagonista” ou simplesmente “ele”). Para poder se livrar deste mal que não o deixa dormir por seis meses, o protagonista começa a frequentar grupos de apoio para pessoas com doenças crônicas. Ele começa a frequentar estes grupos de apoio todos os dias da semana e ao se deparar com pessoas que realmente estão muito mal e chorar nos braços de Bob - um homem que teve seus testículos retirados e que precisou fazer tratamento com hormônio, depois de ter seu corpo destruído por anabolizantes - nosso protagonista finalmente consegue ter uma boa noite de sono. Ele consegue voltar a dormir todos os dias durantes dois anos, até Marla aparecer em sua vida. Marla Singer começa a frequentar todos os grupos de apoio que nosso protagonista frequenta e ele percebe que Marla não tem doença nenhuma. Marla é uma impostora.

      Com a sua insônia de volta, o protagonista volta a dormir mal. Em uma das viagens de avião a trabalho, ele conhece Tyler Durden. Tyler Durden é o oposto de nosso protagonista, trabalhando meio período como projetista em um cinema, desleixado e só consegue trabalhar a noite.

      Depois de desembarcar de um voo noturno, em mais uma de suas viagens comerciais, nosso protagonista têm a mala retida no aeroporto por uma inusitada cena, um dos objetos que estão em sua mala começa a vibrar e é acionado o alerta de bomba do aeroporto (neste trecho ocorre uma cena inusitada e engraçada que não citarei aqui, mas que todos os que leram o livro devem se lembrar). Depois de alguns transtornos finalmente sua bagagem é liberada e ele volta para sua casa. Quando ele sai do aeroporto e se dirige ao prédio onde mora, ele descobre que no período em que esteve viajando o seu apartamento pegou fogo, destruindo todos os seus móveis IKEA, seu relógio de parede Vild de aço galvanizados, suas estantes modulares Klipsh e todo o resto que um consumista da classe média pode comprar.

      Por conta deste fato, ele é obrigado a recorrer a Tyler Durden para ajuda-lo. No decorrer do livro descobrimos que a vida do protagonista virou do avesso convivendo diariamente com Tyler Durden e Marla Singer. Em sua primeira saída com Tyler Durden, os dois acabam “brigando” e Tyler têm a ideia de criar um Clube da Luta, um lugar onde pessoas comuns podem realmente se sentirem vivas uma vez por semana.

      Com uma narrativa fantástica que prende o leitor do inicio ao fim, Chuck Palauniuk cativou milhões de fãs com seu livro e sua adaptação ao cinema de 1999. A obra inspirou duras críticas, sendo rejeitado por editoras por considerarem o livro insano, violento e perturbador. Realmente, depois que se lê este livro nossa visão do mundo é alterado para sempre.

      O autor também criou frases célebres durante o livro que merecem destaque, como por exemplo:

Trabalhamos em emprego que não precisamos para comprar porcarias que não precisamos - Clube da Luta
Nós não somos especiais. Também não somos um lixo ou uma merda. Apenas somos. Apenas existimos e o que acontecer aconteceu - Clube da Luta
Você não é o seu emprego. Você não é quanto dinheiro você tem no banco. Você não é o carro que você dirige. Você não é o conteúdo da sua carteira. Você não é as calças cáqui que veste. Você é toda merda ambulante do mundo - Clube da Luta


      Um livro com passagens bem fortes e impactantes, recomendados para quem quer fugir dos livros monótonos e clichês. Um verdadeiro soco no estômago do leitor. Gostaria de deixar uma ressalva de que o filme dirigido por David Fincher é simplesmente fantástico, sendo recomendado também para todos os que já leram o livro. O filme conta com o elenco sensacional de Edward Norton, Brad Pitt e Helena Bonham Carter.


Regras do Clube da Luta

1° Regra - Você não fala sobre o Clube da Luta.
2° Regra - Você NÃO fala sobre o Clube da Luta.
3° Regra - Quando alguém diz “pare” ou fica desacordado, mesmo que esteja fingindo, a luta acaba.
4° Regra - Apenas duas pessoas lutando.
5° Regra - Uma luta de cada vez.
6° Regra - As lutas são sem camisa e sem sapatos.
7° Regra - As lutas duram o quanto tiverem que durar.
8° Regra - Se for sua primeira noite no clube da luta você têm que lutar.


Resenha escrita por Guilherme

Nenhum comentário:

Postar um comentário