Menu

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

1808 - Laurentino Gomes

LIVRO - 1808



Título: 1808
Número de Páginas: 416
Autor: Gomes, Laurentino
Editora: Planeta do Brasil


Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil

      Esqueça todos os anos que você passou na escola tentando decorar a história do Brasil e seus personagens principais. 1808 é uma obra resultante de dez anos de pesquisa do jornalista paranaense Laurentino Gomes. Com uma linguagem de fácil entendimento e uma escrita fluida, o jornalista consegue ensinar mais sobre a história do Brasil do que em dez anos na escola, cativando crianças e adultos de uma maneira leve e dinâmica. Esta obra narra os eventos ocorridos desde a fuga da corte portuguesa em 1807 para o Brasil até seu retorno em 1822. Para escrever esta grande obra o autor utilizou mais de 150 fontes bibliográficas, apesar disso o livro não apresenta aquela linguagem cansativa e monótona encontrada normalmente nos livros didáticos.

Imagina que, num dia qualquer, os brasileiros acordassem com a notícia de que o presidente da República havia fugido para a Austrália, sob a proteção de aviões da Força Aérea dos Estados Unidos. Com ele, teriam partido, sem aviso prévio, todos os ministros, os integrantes dos tribunais superiores de Justiça, os deputados e senadores e alguns dos maiores líderes empresarias. E mais: a esta altura, tropas da Argentina já estariam marchando sobre Uberlândia no Triângulo Mineiro, a caminho de Brasília. [...] foi assim que os portugueses reagiram na manhã de 29 de novembro de 1807, quando circulou a informação de que a rainha, o príncipe regente e toda a corte estavam fugindo para o Brasil sob a proteção da Marinha britânica.

      Assim começa a história da fuga da corte imperial portuguesa para o Brasil. Após reviravoltas na França, Napoleão Bonaparte - um dos maiores estrategista da história - consegue assumir o poder do exército e com uma estratégia militar antes nunca vista, consegue subjugar rapidamente quase todos os reinados da Europa. Em 1805, Napoleão massacra as tropas aliadas da Rússia e da Áustria e dois anos depois, declara um bloqueio continental na Europa ao seu maior rival, a Inglaterra, o único país ainda com forças suficientes para confronta-lo. Nesta mesma época, Portugal que era aliada da Inglaterra se nega a aderir ao bloqueio continental imposto por Napoleão (mesmo porque se ela fizesse isso a Inglaterra é que iria atacar Portugal), levando então a invasão das tropas napoleônicas em Portugal. D. João VI, regente de Portugal desde que a D. Maria I foi declarada incapaz de governar o país por conta de seus acessos de loucura vê-se em um terrível dilema: aderir ao bloqueio continental da França e ser atacado pela sua aliada Inglaterra ou fugir para o Brasil com toda a corte com a proteção da Marinha Britânica (maior potência naval da época).

      Depois de dias tumultuados, D. João VI decide pela fuga de Portugal ás pressas, dando o início a um reinado de 13 anos em sua colônia e alterando para sempre o rumo do Brasil.

      O livro de Laurentino Gomes relata os motivos da fuga da corte portuguesa do Brasil, o reinado de D. João VI no Brasil, a revolta do povo português com a fuga repentina da corte portuguesa e a guerra Napoleônica. Relatando minuciosamente fatos que foram distorcidos através dos anos sobre os principais personagens e acontecimentos desta época, com um brilhantismo espetacular, o autor consegue alcançar milhões de pessoas e transformar sua obra em um best-seller no Brasil e em Portugal.


      Após o sucesso de 1808, Laurentino Gomes continuou a nos relatar a história do Brasil nos livros 1822 e 1889. Uma leitura obrigatória para professores e alunos, sendo recomendando para todo o povo brasileiro para conhecermos a história de nossa nação de uma maneira rápida e divertida.



Resenha escrita por Guilherme

2 comentários:

  1. Obrigado, Guilherme, pela cuidadosa e simpática resenha. Um grande abraço e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelas excelentes obras Laurentino Gomes, caso lance mais algum livro de nossa história teremos o prazer de ler e resenhar.

      Excluir